terça-feira, 24 de maio de 2022

Final da 5° Edicão da Copa Nafisa de Futsal é nessa sexta feira (27) em Santa Cruz/RN: Confira

Após 52 dias em greve, médicos peritos do INSS voltam a trabalhar

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Após firmarem acordo com o Governo Federal, os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) encerraram a greve, que durou quase dois meses, e retomaram o atendimento aos beneficiários na segunda-feira (23). A categoria se comprometeu a repor os 52 dias parados e a trabalhar para reduzir o estoque de perícias não realizadas durante a paralisação.

O anúncio do fim da greve foi feito após reunião entre o ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, e a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais, na última sexta-feira (20).


A categoria comemorou o acordo que resultou no atendimento de 18 itens da pauta de reivindicações.
Em transmissão pela internet, o vice-presidente da associação, Francisco Eduardo Cardoso Alves, explicou o que ficou acertado em relação ao reajuste salarial. “A questão do aumento tem uma condicionante: se o governo for dar aumento linear para todas as carreiras do serviço público federal, sem nenhuma exceção, a gente, obviamente, vai entrar nesse aumento linear. Porém, se o governo quiser privilegiar uma ou outra carreira, que seja, automaticamente nós vamos entrar nos 19,9% [de reajuste]”.
Atendimento

Para reduzir a fila de exames periciais agendados, foi definida a realização de até 12 atendimentos diários por profissional. No entanto, de acordo com lei de 2019, os médicos que ultrapassarem essa quantidade, vão receber R$ 61,72 por perícia extraordinária.
Os servidores terão 8 meses para compensar os dias não trabalhados de modo presencial ou remoto.

Preço da energia se manterá alto

No Brasil e no mundo, a crise energética pode ser agravada no segundo semestre deste ano. Foto: Marcelo Camargo

O mundo caminha para uma ‘tempestade perfeita’ no segundo semestre deste ano, com o inverno pegando a Europa com estoques de combustíveis baixos e preços elevados, em um momento de redução de oferta e aumento de demanda por petróleo. No Brasil, a situação será ainda agravada pelas eleições presidenciais, segundo especialistas reunidos pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri) para discutir a crise de energia na Europa.

Para os especialistas, enquanto prosseguir a guerra entre a Rússia e a Ucrânia haverá continuidade na escalada de preços da energia e aumento da insegurança energética e alimentar, já que tanto Rússia como Ucrânia são grandes exportadores de alimentos e fertilizantes. No caso da Rússia, o país vende um quarto do diesel consumido no mundo.


“O preço de US$ 160/170 o barril de diesel está longe de refletir o que pode acontecer daqui para frente, quando as sanções europeias entrarem em funcionamento e se a China relaxar as restrições do surto de covid”, disse o presidente da Enauta e ex-diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone, durante o webinar do Cebri sobre a “Encruzilhada energética europeia diante da guerra da Ucrânia”.


Oddone destacou que a margem de refino explodiu com a guerra na Ucrânia e principalmente o preço do diesel disparou no mercado. De uma média histórica de cerca de US$ 10 por barril para algo em torno de US$ 60 por barril atualmente. A partir de agora, porém, a gasolina também deverá fazer parte da preocupação global, com o início das férias no hemisfério norte, que aumentam as viagens de carro, principalmente nos Estados Unidos


O executivo alerta que com a volta da China após um novo surto de covid-19, a expectativa é de que o país oriental demande entre 3 e 3,5 milhões de barris de petróleo adicionais por dia, o que deve apertar ainda mais o mercado mundial.


O Gás Natural Liquefeito (GNL), por exemplo, com a guerra teve seus preços elevados de US$ 5 o milhão de BTU em outubro de 2020 para o pico de US$ 34 no ano passado e comercializado atualmente em torno dos US$ 27 o milhão de BTU.


“Se somar isso ao fato de que Rússia e Ucrânia são grandes importantes exportadores de alimentos e fertilizantes, a gente pode estar entrando em um período de mais inflação, insegurança energética e insegurança alimentar, aumento da desigualdade e da insatisfação das pessoas”, alertou Oddone, lembrando que no caso do Brasil ainda existe o estresse adicional da campanha presidencial, que será contaminada pelas discussões sobre energia.

Até 2025, RN precisa qualificar 87 mil trabalhadores para a indústria

Ampliar a formação técnica vai corroborar para a melhoria do nível do emprego e aumento da produtividade nas empresas. Foto: Senai

Até 2025, o Rio Grande do Norte precisará qualificar 87 mil pessoas em ocupações industriais, sendo 21 mil em formação inicial — para repor inativos e preencher novas vagas — e 66 mil em formação continuada, para trabalhadores que devem se atualizar. As ocupações industriais são aquelas que requerem conhecimentos tipicamente relacionados à produção industrial, mas estão presentes também em outros setores da economia. Os dados são do Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, estudo elaborado pelo Observatório Nacional da Indústria para identificar demandas futuras por mão de obra e orientar a formação profissional de base industrial no País.

Esse mapa “é uma ferramenta de interesse de vários setores que dá um rumo para o planejamento e a tomada de decisão dos vários setores envolvidos”, explica Rafael Mello, diretor regional do Senai-RN. Segundo Mello, a projeção facilita o planejamento da indústria — que vai observar a demanda de qualificação —, para o próprio Senai, que vai analisar quais setores precisam de formação, e para a sociedade, que vai ver quais áreas da indústria estão em desenvolvimento.Nos próximos quatro anos, cerca de 76% da demanda potiguar será em aperfeiçoamento. No Brasil todo, o percentual que precisará passar por aperfeiçoamento é de 79%: 7,6 milhões de pessoas deverão passar por uma formação continuada, e 2 milhões em formação inicial, totalizando 9,6 milhões de brasileiros.

No Estado, a maior necessidade é para as qualificações simples. São 42.476 trabalhadores que deverão se aperfeiçoar em qualificação de menos de 200 horas, enquanto a qualificação de mais de 200 horas demandará a participação de 25.386 industriários. Estes cursos são indicados a jovens e profissionais que buscam desenvolver novas competências e capacidades profissionais para a inserção em uma ocupação e não demandam um nível de escolaridade específico. Ao final, o aluno recebe um certificado de conclusão.

As qualificações técnicas, destinadas a alunos matriculados ou egressos do ensino médio e com carga horária que podem atingir entre 800h e 1200h, aparecem em terceiro lugar, com necessidade de aperfeiçoar a mão de obra de 14.264 pessoas. Em último está a educação superior, com 5.132.

Governo do RN cancela diárias de Fátima para casamento de Lula

Governo do Estado anunciou nesta terça-feira (24) que a governadora Fátima Bezerra (PT) não receberá pagamento pelas diárias solicitadas para ir a São Paulo (SP) entre os dias 17 e 19 de maio. A liberação do dinheiro foi brecada pelo secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, o Raimundinho, que não autorizou o pagamento.

Bebê com suspeita de hepatite aguda morre em Mossoró (RN), confirma Sesap

O primeiro paciente com com suspeita de hepatite aguda de causa desconhecida no Rio Grande do Norte (RN) era um bebê de 4 meses que morreu no dia 17 de maio. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde de Mossoró (RN), cidade onde o bebê estava internado.

Natural de Serra do Mel, a bebê estava internada no Hospital Wilson Rosado, em Mossoró (RN), desde o dia 8 de maio, nove dias antes de falecer. Segundo a secretária de Saúde do município, o diagnóstico ainda não está fechado, e investigações estão sendo feitas para chegar na motivação da morte.

Na última segunda-feira (23), uma nota divulgada pela Sesap notificou sobre o caso, mas não informou o estado de saúde da paciente, que segundo informações da Secretaria de Mossoró, já estaria morta.

O caso é o único do RN até o momento. Supostos casos de hepatite aguda também estão sendo investigados em estados como Paraíba e Ceará. Até o último domingo (22), já eram 614 casos notificados no mundo, sendo 64 deles no Brasil. Dentre os sintomas, estão dores e problemas gastrointestinais, alterações nas substâncias hepáticas e icterícia (pele e olhos amarelados).

Secretaria de Esportes de santa cruz realizou Peneirões para selecionar atletas para disputa do Super Matutão Sub-21

Prefeitura de Santa Cruz, através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, realizou na ultima quinta (19) e sexta-feira (20) “Peneirões de Futebol”.

O objetivo é montar a seleção de Santa Cruz que vai disputar o “Super Matutão”, promovido pela Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), competição em nível estadual, que Santa Cruz terá representatividade.

Podem participar dos “peneirões”, que acontecerão no estádio Iberezão, atletas amadores com idade entre 16 anos (nascidos em 2006) e 21 anos (nascidos em 2001).
Os peneirões aconteceu nesta quinta (19) e sexta-feira (20) no período da 17h30 no Iberezão.

Pedal de 20k e Corrida de 5k encerra o Festival Multicultural de Esporte e Lazer da Princesa do Trairí

Próximo domingo (29/05) acontecerá o encerramento do Festival Multicultural de Esporte e Lazer da Princesa do Trairí com um pedal de 20k com direito a café da manhã a partir das 6h00 e largada às 7h00, os primeiros 100 inscritos receberá camisa comemorativa, medalhas para os 50 primeiros colocados, ponto de hidratação, carro de apoio, feijoada e música ao vivo e no finalzinho da tarde por volta das 16h15 haverá a corrida de 5k os 100 primeiros colocados receberá camisa e boné comemorativo, medalhas para os 50 primeiros colocados, kit lanche e ponto de hidratação.

Mais informações no instagram >>>> https://www.instagram.com/princesadotrairi87.9/

Lajespintadense Coco foi um dos destaques na Copa Norte-Nordeste Brasil de Futebol de Amputados


Foi realizado em Camaçari/BA a Copa Norte Nordeste Futebol de Amputados a iniciativa faz parte do projeto Jogos da Inclusão. A atividade que faz parte do calendário oficial da Associação Brasileira de Desportos para Deficientes Físicos (ABDDF).

A cerimônia de abertura dos jogos aconteceu na quinta-feira (19) ao todo foram realizados 16 partidas e contou com a participação de 120 pessoas, entre atletas e profissionais dos times convidados entre eles um velho conhecido da nossa região o Lajespintadense Coco que é o grande destaque do selecionado Potiguar na competição.
A equipe Potiguar ficou com o 3ª lugar e garantiu classificação para Copa do Brasil que será realizado em setembro a Seleção do RN representada pela AFC (Rio Grande do Norte) teve 02 vitorias, 02 empates e 01 derrota, marcou 14 gols, sofreu 07, e teve o artilheiro da competição,

Gasolina chega a R$ 8,09 nos postos de Santa Cruz

O preço do litro de gasolina em Santa Cruz sofreu mais um reajuste e ultrapassou a barreira dos R$ 8,00.

O novo valor já está na bomba dos postos de combustíveis santa-cruzenses nesta terça-feira (24), chegando a R$ 8,09.

O valor vem em um período sem anúncio de reajuste do combustível por


parte da Petrobrás e é mais um baque no orçamento da população. texto edipo natan

Fátima Bezerra remaneja R$ 50 milhões de precatórios para o DER

Através do Decreto nº 31.532/2022, publicado no Diário Oficial do Estado do RN, a Governadora Fátima Bezerra, remanejou a quantia de R$ 50.432.000,00 do Orçamento Estadual, destinados ao pagamento de precatórios já sentenciados pelo Tribunal de Justiça, em favor do Departamento de Estradas e Rodagens do RN.

Desde que assumiu o Governo Potiguar, em janeiro de 2019, a Chefe do Executivo Estadual, com a benevolência do Tribunal de Justiça, deixou de pagar mais de R$ bilhões em precatórios, que beneficiariam centenas de servidores, que há anos lutam para receberem as indenizações já julgadas pelo Poder Judiciário.

O remanejamento dos recursos determinados por sentenças judiciais pela Governadora Fátima Bezerra, é equivalente ao dobro das quatro folhas salariais deixadas pela gestão anterior.

Ibama aplicou 3800 infrações contra desmatamento em 2022

Foto: Vinícius Mendonça/Ibama

Nos primeiros 4 meses deste ano, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) realizou 3.800 autos de infração por desmatamento da Amazônia, arrecadando mais de R$ 280 milhões em multas. Os dados foram repassados pelo diretor de Proteção Ambiental do Ibama, Samuel Vieira de Souza, ao programa A Voz do Brasil na segunda-feira (23.mai.2022).

Segundo Souza, no ano passado, o órgão realizou mais de 11.500 ações de fiscalização. Desse total, 3.800 ações foram contra o desmatamento do bioma amazônico. Foram 9.162 autos de infração e mais de R$ 163 bilhões em multas.

O Ibama atua com prioridade nos Estados do Pará, sul do Amazonas, Rondônia e norte do Mato Grosso. “São essas áreas hoje, esse arco do desmatamento que nós procuramos efetivar nossas ações para combater mais efetivamente o desmatamento.”

O instituto também trabalha em outras frentes, como tráfico de flora e fauna, biopirataria e a pesca ilegal. Para aumentar a fiscalização, no 2º semestre, o órgão deve receber mais 500 servidores aprovados em concurso. Além disso, o Ibama também adquiriu sistemas de monitoramento.

Mundo ganhou 573 novos bilionários durante a pandemia, diz estudo

Foto: Reuters

O mundo tem 573 novos bilionários desde o início da pandemia, segundo o relatório “Lucrando com a dor” da ONG Oxfam, publicado nessa segunda-feira (23), durante o primeiro encontro presencial do Fórum Econômico Mundial em Davos (Suíça) em dois anos. Desde 2020, um novo bilionário surgiu a cada 30 horas, aponta o levantamento.

Os dados, baseados na lista de bilionários da Forbes, dão destaque para a crescente desigualdade global desde o começo da pandemia. No período, o patrimônio dos bilionários teve alta de 42% – um aumento real de US$ 3,78 trilhões.

Hoje, a riqueza total dos 2.668 bilionários existentes no planeta equivale a 13,9% do Produto Interno Bruto (PIB) global, um total de US$ 12,7 trilhões (cerca de R$ 61 trilhões). O valor é quase o triplo do registrado em 2000, quando representava 4,4% do PIB mundial.

RN tem 2ª maior taxa de abandono escolar do Ensino Médio no Brasil

Foto: Adriano Abreu

Os dados da segunda etapa do Censo Escolar da Educação Básica 2021 apontam que, no ano passado, o Rio Grande do Norte registrou a maior taxa de reprovação (10,7%) e abandono escolar (14,7%) do Ensino Médio em todo o Nordeste. Na outra ponta, a taxa de aprovação é a menor da região (74,6%). O Estado tem a segunda menor taxa de aprovação do País, com aproveitamento melhor apenas do que o Pará, que registrou índice de 73,3%. Em relação ao abandono de estudantes do Ensino Médio, o Rio Grande do Norte está em segundo lugar no ranking nacional. A taxa do Estado, de 14,7% só não é pior do que o índice do Pará, que registra 15,6% de abandono escolar.

Os dados foram divulgados na semana passada e estão disponíveis portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e no sistema do Educacenso. A diferença entre os dados do RN e dos estados vizinhos é outro aspecto que chama a atenção. A taxa de reprovação no RN é 35 vezes maior que a do Ceará (10,3% x 0,3%). Até mesmo a comparação com o segundo colocado da lista coloca o RN em situação difícil. A taxa de Alagoas é de 4,5%, ou seja menos que a metade.

O mesmo acontece com a taxa de abandono. O RN tem números 10 vezes maiores que Pernambuco. Especialistas ouvidos avaliam que é necessário analisar os dados com cuidado, uma vez que os estados adotaram critérios diferentes para definir os processos de aprovação, reprovação e abandono escolar.

Em se tratando de reprovação, o Estado está em sexta colocação no Brasil. Com desempenho pior do que o RN, que tem índice de 10,7%, estão Amapá (15,4% ), Mato Grosso do Sul (13,8%), Mato Grosso (12,3%), Santa Catarina (12,1%) e Distrito Federal (11%). No comparativo entre 2020 e 2021, os números do ano passado no Rio Grande do Norte também apontam para um declínio no rendimento dos estudantes do Ensino Médio do Estado.

Em 2020, a taxa de aprovação era de 98,4% e os índices de reprovação e abandono eram 0,1% e 0,6%, respectivamente. Getúlio Marques, secretário de educação do Estado, explica que a diferença de um ano para o outro se deve ao fato de não haver reprovações em 2020, conforme recomendação do Inep. O titular da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC/RN) reconhece que os números do Censo são preocupantes e o cenário se deve, especialmente, às restrições provocadas pela pandemia.

“Em 2019, tivemos dificuldade financeira. O Estado estava em situação de calamidade e tivemos que investir menos em algumas áreas. Com isso, um grande número de alunos ficou prejudicado na pandemia, especialmente aqueles de cidades com pouca estrutura. Muitos não tiveram acesso à internet e, para isso, nós utilizamos a televisão, que não teve o mesmo impacto”, afirma o secretário.

Mulher se joga de carro em movimento para fugir de tentativa de estupro em Natal

Foto: Geraldo Jerônimo

Uma mulher se jogou de um carro em movimento para fugir de uma tentativa de estupro na noite desta segunda-feira (23), em Natal. A vítima é uma operadora de caixa, de 22 anos.

Em depoimento à polícia, ela contou que, após sair do trabalho, foi perseguida no bairro Nazaré por um homem que aparenta ter 50 anos de idade. Ela disse ainda que foi ameaçada com uma faca e obrigada a entrar no carro dele. A vítima ficou sob ameaça cerca de duas horas.

Ainda de acordo com o relato da vítima, o homem queria estuprá-la. Ela contou que só conseguiu fugir da tentativa de estupro porque pulou do carro em movimento. O caso foi registrado no plantão da Delegacia de Especializada de Atendimento à Mulher, na Zona Norte de Natal.

RN aumenta em 36,8% o número de casos de AIDS e em 28,8% taxa de infecções por HIV em uma década

Foto: Vinícius Marinho

O Rio Grande do Norte registrou 6.470 casos de AIDS, sendo 64 casos de AIDS em menores de cinco anos, 1.057 gestantes infectadas pelo HIV, 1.068 crianças expostas ao HIV. O estado teve registrados 6.906 casos de infecção pelo HIV e 1.404 óbitos por AIDS. Os dados são do boletim HIV/AIDS emitido este mês pelo Programa Estadual de IST, AIDS e Hepatites Virais da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap), relativos ao período de 2011 a 2021.

Esse período, percebe-se um crescimento de 36,8% no registro de casos de AIDS, de 28,8% nos casos de infecção pelo HIV, de 74% no número de casos de gestantes infectadas pelo HIV, de 203,2% na identificação de crianças expostas ao HIV e de 19,4% na ocorrência de óbitos por AIDS.

No entanto, a notificação de casos de AIDS em menores de cinco anos apresentou uma redução de 100%. De acordo com Gislainhy Aline Pires da Silva, responsável técnica do Programa Estadual de IST, AIDS e Hepatites Virais, nos últimos dez anos percebe-se importante variação no número de casos notificados de AIDS no estado. “Entretanto, quando comparados os anos de 2011 e 2021, verifica-se um incremento de 36,8% no registro de casos”, disse.

Desses, 6.363 (98,3%) ocorreram em adultos e 107 (1,7%) em crianças. A distribuição dos casos de AIDS por região de saúde de residência mostra que a Região Metropolitana apresentou 56,1% dos casos e o município de Natal concentrou 38,5% do total de casos registrados no estado.

“O Estado vem incansavelmente apoiando as ações de IST’s e monitorando os dados epidemiológicos. É importante destacar a corresponsabilização das regionais de saúde e dos municípios na elaboração e desenvolvimento de estratégias de prevenção, tratamento e vigilância do HIV/AIDS, pois os municípios devem facilitar o acesso às testagens rápidas para os usuários”, afirma a responsável técnica do Programa.

A taxa de detecção de AIDS apresentou aumento no período avaliado, passando 15,5 casos por 100 mil habitantes em 2011 para 19,1 casos por 100 mil habitantes em 2021, revelando um acréscimo de 23,3%. Com exceção do Seridó, que teve uma redução de 20%, as demais regiões mostraram aumento na taxa de detecção, com variações de 94,4% no Agreste, de 17,4% no Oeste, de 43,4% no Mato Grande, de 30,7% no Trairi/Potengi, de 56,1% no Alto Oeste, de 9,9% na Região Metropolitana e de 71,9% no Vale do Açu..

Entre 2011 e 2021, foram registrados 4.650 (71,9%) casos em homens e 1.820 (28,1%) casos em mulheres. Nos homens, a taxa de detecção passou de 22,7 para 29,5 casos por 100 mil habitantes, representando um aumento de 30%. Entre as mulheres, a taxa passou de 8,7 para 9,3 casos por 100 mil habitantes, revelando um crescimento de 7% neste grupo.

A maior concentração dos casos, entre 2011 e 2021, foi observada nos indivíduos com idade entre 30 e 39 anos (31,1%). Nos homens, a faixa etária que apresentou maior variação, no período, foi a de 13 a 19 anos (184%) e, nas mulheres, o maior crescimento foi observado na faixa etária de 60 anos e mais (150%).

Dono de papagaio na Grande Natal oferece R$ 5 mil de recompensa para quem encontrar animal

Foto: Reprodução

O dono de um papagaio-cinzento, espécie também conhecida como papagaio do Congo, está oferecendo R$ 5 mil de recompensa para quem encontrar o animal, que está desaparecido desde o domingo (22) na Grande Natal.

Uma das espécies de papagaio mais caçadas do mundo, o papagaio do Congo possui uma exuberante plumagem cinza com a cauda avermelhada e é conhecido pela inteligência. Uma das principais características é a fala. Um filhote do animal é adquirido, em média, por R$ 10 mil.

Segundo o profissional autônomo Judson Costa, que é tutor do animal, o papagaio, que atende pelo nome de Chupeta, foi visto pela última vez em Cidade Verde, bairro de Nova Parnamirim, na Grande Natal. Ele enfatiza que adquiriu o animal de forma legal e que tem nota fiscal do papagaio no nome dele.

“O valor é sentimental, da família”, enfatiza o tutor. Quem encontrar o animal o papagaio deve entrar em contato com Judson pelo número 99173-0718.

PSDB pode ficar sem candidato a presidente pela 1ª vez em 33 anos

Foto: Divulgação

Fundado em 1988, o PSDB lançou seu primeiro candidato à presidência da República no ano seguinte, na primeira eleição direta no Brasil após o fim da ditadura militar. Desde então, sempre teve candidatos nos pleitos nacionais, mas, com a desistência de João Doria nessa segunda (23/5), o partido pode não contar com postulante em 2022 pela primeira vez desde a redemocratização.

A princípio, a legenda deve seguir nas negociações com o MDB e o Cidadania para lançar um nome único da chamada “terceira via”, embora haja integrantes da sigla que defendam a aposta em uma figura própria. Uma reunião da Executiva nacional que estava marcada para esta terça (24/5) foi cancelada.

A possibilidade do PSDB não ter candidato próprio em 2022 é mais um capítulo de um processo de perda de protagonismo que vem desde 2018, e só se intensificou com brigas dentro da legenda. Mesmo antes disso, em 2014, a imagem do partido ficou desgastada quando o então candidato à Presidência Aécio Neves acusou fraude eleitoral e pediu a recontagem de votos na eleição contra Dilma Rousseff (PT).

Foram oito disputas em 33 anos. Em duas delas, o candidato do PSDB Fernando Henrique Cardoso saiu vencedor. Em outras quatro, o partido foi para o segundo turno. Em 2018, a legenda perdeu o posto de adversário principal do PT para Jair Bolsonaro (PL, na época PSL) e amargou seu pior resultado em uma eleição: Geraldo Alckmin recebeu apenas 4,7% dos votos.

O ex-senador José Aníbal, tucano histórico, afirma que “não é um bom sinal” que o PSDB não tenha candidato próprio, e sugere que o partido aposte em Eduardo Leite ou Tasso Jereissati para a disputa.

“Agora que Doria fez esse gesto e entendeu a situação, é hora do PSDB cultivar fortemente sua unidade. Um ponto importante é ter uma candidatura. É importante não só para o partido, mas para o processo eleitoral que estamos vivendo. Não é uma candidatura de disputa com a Simone, que é excelente candidata, mas uma que dê mais consistência a esse centro democrático, que ajude nesse debate”, opina.

Para ele, Leite e Tasso possuem “muitas condições de assumir uma candidatura”. “Doria tinha uma equação que não fechava, que era uma rejeição muito alta e intenção de voto muito baixa”, explica.

Quatro atores potiguares estão escalados para o elenco da próxima novela das seis da Rede Globo.

 

César Ferrario, Titina Medeiros, Quitéria Kelly e Matteus Cardoso participam de “Mar do Sertão”, que substituirá “Além da Ilusão”, atualmente no ar. As gravações começam no próximo dia 28 e a previsão de estreia é para agosto.

De acordo com notícias divulgadas na mídia especializada, “Mar do Sertão” terá 15 atores nordestinos, para fortalecer e conferir ainda mais representatividade à trama, passada no sertão brasileiro, em algum lugar entre Minas Gerais e Bahia.

A sinopse aponta que a novela, escrita por Mário Teixeira, conta a história “de um Brasil profundo como o oceano, reluzente como o sol, terra de coronéis e jagunços, da cruz e da espada, mas também de amor e simpatia, bondade e sacrifício. Representa a seca infindável do sertão, as péssimas condições de vida que o povo carente está condenado e as heranças políticas de dinastias familiares que se perpetuam, principalmente nas pequenas cidades do norte e nordeste brasileiros.”

Anvisa sugere máscara e isolamento para adiar a entrada do vírus da varíola dos macacos no Brasil

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) está pedindo reforço de medidas não farmacológicas, como distanciamento, uso de máscara e higienização frequente de mãos, em aeroportos e aeronaves, para retardar a entrada do vírus da varíola dos macacos no Brasil.

Desde o início do mês, ao menos 120 ocorrências da doença foram confirmadas em 15 países. O Ministério da Saúde instituiu ontem uma sala de situação para monitorar o cenário da monkeypox no Brasil.

A rara doença pode chegar nos próximos dias, segundo especialistas ouvidos pelo Estadão. No domingo foram registrados casos suspeitos na vizinha Argentina. A varíola dos macacos é, na verdade, doença original de roedores silvestres, mas isolada inicialmente em macacos. É frequente na África, mas de ocorrência muito rara em outros continentes.

Cientistas acreditam que o desequilíbrio ambiental esteja por trás do atual surto, mas não veem razão para pânico. “Acho muito difícil que (a doença) não chegue aqui”, afirmou o presidente da Sociedade de Infectologia do Distrito Federal, José David Urbaez. “Mas se trata de uma doença considerada benigna.” Além disso, existem tratamento e vacinas.

A origem do nome

O vírus recebeu essa nomeclatura por ter sido encontrado pela primeira vez nos anos de 1950 em macacos de laboratório, mas esses animais não são apontados como o causa da doença. Segundo o Manual MSD para Profissionais de Saúde, suspeita-se que pequenos roedores da florestas tropicais da África sejam os reservatórios de vírus da doença.

Os macacos, assim como os humanos e outros animais, podem ser infectados por esses roedores e desenvolver essa varíola. A primeira vez que ela foi vista em seres humanos foi em 1970, no Congo e outros casos foram registrados ao longo dos anos em países africanos.