segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Alvo da Lava Jato, Odebrecht cria conselho global contra corrupção

ODEBRECHT
Após anunciar que esquemas de pagamento estão no passado, a construtora Odebrecht criará um conselho global contra corrupção com alguns dos mais célebres estudiosos da área de ética e sustentabilidade empresarial. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
Entre os nomes que integrarão o grupo, estão o ex-presidente da Transparência Internacional Jermyn Brooks, o ex-presidente da Shell Marky Mood-Stuart e a professora da escola de negócios de Harvard Lynn Paine. Os três possuem experiência em combate à corrupção.
Segundo Sergio Foguel, integrante do conselho da Odebrecht, o grupo vai pensar os negócios a partir da ética e da sustentabilidade na fase pós-Operação Lava Jato e auxiliar os chamados líderes internos da empresa, cerca de 500 executivos, em assuntos pontuais. Maior construtora do país, a Odebrecht tem cerca de 79 mil funcionários em 24 países – eram 180 mil antes da Lava Jato.